Conversão de um projeto de Mies van der Rohe

Arquitetura

O escritório canadense FABG realizou uma tarefa no mínimo desafiadora: readequar um projeto de 1966 do lendário arquiteto modernista Mies van der Rohe. Localizado na Ilha de Nun, no Canadá, o antigo posto de gasolina (desativado desde 2008) foi convertido em um centro de convivência.

A cidade de Montreal listou o edifício como patrimônio histórico em 2009, antes de iniciar o projeto do centro de atividades. Dividido entre ‘jovem’ e ‘sênior’, o novo esquema de ocupação oferece  um espaço aberto para cada grupo se reunir e participar de atividades comunitárias.

O projeto original consiste em dois volumes distintos, um para a manutenção e outro para venda de automóveis. Entre esses volumes existe uma ilha onde ficava a bomba central. O que hoje pode parecer óbvio, na época era inovador: uma cobertura de aço, plana, unifica a composição.

Entre as intervenções, realizou-se um restauro meticuloso do envelope do edifício e foram instalados poços geotérmicos abaixo do asfalto para controle de temperatura. Os arquitetos descrevem também uma “radicalização” dos valores essenciais do projeto: a unidade formal, simplicidade, ritmo e transparência.

“O projeto não é um restauro fiel de um monumento. É uma interpretação tentando tocar e comunicar a essência de uma visão artística formulada por alguém em resposta a um mundo que não é mais o mesmo. Músicos fazem isso todos os dias”.

Fotos de Steve Montpetit cedidas pela v2com.biz


ÚLTIMAS DE Arquitetura

2013.12.02_Hong_Kong_One_Plus_Partnership_UA_CineTimes_0001-6

Um cinema com projeto surpreendente!

Dhouse_001_early-morning

Casa na beira de um rio

Villa_CP_ZEST_ARCHITECTURE_Jesus Granada

Uma casa de pedra em meio à natureza

INSTAGRAM @ARKPAD