Stephen Kenn – The Inheritance Collection

Design

Stephen Kenn reaproveitou tecidos militares, acumulados em depósitos de Los Angeles (EUA), para produzir móveis manualmente, com recursos locais e uma forte mensagem. Essa é a essência de sua primeira coleção: “Herança”, na qual o designer ressignifica objetos ligados a um universo de destruição, transportando-os para um novo cenário, onde seu valor simbólico é incorporado como parte da vida, do lifestyle.

A estrutura simples e visível, o cuidado artesanal e a condição ‘vintage’ dos tecidos criam um visual bruto, despojado. O resultado é um “upcycle” inteligente e chique, com foco na história e no processo por trás de cada peça, que foram retratados com excelência no vídeo abaixo:

“Espero que quando as pessoas sentarem nessas peças, tocarem o tecido, sentirem as pequenas tachas de metal ou a costura artesanal, elas sejam transportadas para um tempo diferente”, revela o designer. “Meu desejo ao criar móveis não é apenas ser conhecido como mais um fabricante, mas que sejamos uma marca associada à criação de ambientes que incentivam conversas ricas e profundas”.

Os móveis tem o estofado feito com lona de abrigos militares, lavada e amaciada, mas que preserva a resistência e durabilidade de um material feito para suportar uma guerra! Assim como a história estampada em cada peça, o designer optou por escancarar cada componente dos móveis.

Stephen acredita que o uso de componentes militares da época da Segunda Guerra Mundial é uma forma de prestar homenagem aos indivíduos que lutaram pela liberdade de seu país, incluindo o seu avô. Para produzir as peças, o designer procurou a maneira mais simples de executar cada componente de forma artesanal, com os recursos que tinha à sua disposição.

O quadro estrutural, em aço soldado, tem desenho simples e lógico, destacando-se por um rico detalhe de acabamento: o metal foi enferrujado e revestido com verniz transparente, para ter uma aparência envelhecida.

Outro detalhe interessante são as correias que apoiam o estofado. Feitas à mão com tiras de couro, são réplicas exatas de cintos suíços usados durante a Segunda Guerra. Conhecidas como “mule belts” (ou barrigueiras), essas amarras eram usadas para prender a bagagem e equipamentos.

Em um mundo que já sofre consequências de um consumo excessivo, a produção local e o reaproveitamento de materiais são vistos como soluções importantes para um maior equilíbrio e sustentabilidade. Nesse contexto, a produção artesanal com qualidade e baixo impacto passa a ser um trabalho valorizado, pois oferece uma forma consciente de luxo.

Ao criar móveis preocupado com os significados e com as conversas que serão estabelecidas, Stephen Kenn quebra paradigmas e eleva os produtos a um patamar humano e nobre. O próprio processo de concepção e produção, realizado em conjunto com artesãos e fornecedores, reflete a importância das relações humanas para o designer.

Mais do que criar, produzir e vender, Stephen Kenn está interessado nas histórias de cada pessoa que faz parte desse ciclo. A comprovação de que o trabalho estabelece uma conexão emocional e instiga o diálogo, está na foto abaixo, de James Chiang (um cliente, fotógrafo e professor na Universidade de São Francisco). Nela, o sofá da Inheritance Collection está perfeitamente integrado ao estilo da decoração,  em companhia do cachorro Noi e de objetos pessoais.


ÚLTIMAS DE Design

arquiteta Caroline Gabriadesrr

Escolha o modelo ideal para a cabeceira da cama

new_Echiquier_Harcourt_1rr

Jogo de xadrez assinado pelo estúdio Nendo na Baccarat

2013.12.02_Hong_Kong_One_Plus_Partnership_UA_CineTimes_0001-6

Um cinema com projeto surpreendente!

INSTAGRAM @ARKPAD