Galeria 21st Twenty First, em Nova York

Acontece, Cityguide, Design

Nova York abriga milhares de galerias de arte, fato este que torna tarefa praticamente impossível escolher uma entre tantas para visitar. Num giro pelo badalado bairro do Chelsea, o Arkpad explorou os domínios da 21st Twenty First Gallery, do francês Renaud Vuaillat.

Após 15 anos morando em Paris, onde mantinha uma galeria de antiguidades e obras de arte no bairro St. Germain, e atendia clientes como o arquiteto Thierry Despont e a designer de interiores Muriel Brandolini, o galerista mudou-se em 2008 para a Big Apple onde montou sua nova base.

Mas por que Nova York e não Paris? “Porque é uma cidade maravilhosa para se viver. Tem tudo o que se pode imaginar para fazer e tudo está a um ou dois blocos de você”, diz ele, que ainda explica a principal diferença entre clientes franceses e americanos: “está no desejo e espontaneidade da cidade. As pessoas aqui estão em ação. Se elas gostam de algo, elas simplesmente adquirem e não se sentem culpadas por isso. Gastar é quase um esporte favorito.”

Fã de Oscar Niemeyer, da paisagem de Copacabana, dos irmãos Campana e de Flávio de Carvalho (1899-1973), o francês já chegou a criar uma linha própria de móveis, mas desistiu da empreitada para, segundo ele, “deixar isso nas mãos de pessoas talentosas”.

Contudo, anos de expertise no mercado de design o tornaram praticamente um mestre quando o assunto é escolher a matéria-prima ideal para se trabalhar: “gosto do bronze, do mármore, aço inoxidável e da cerâmica. Todos eles têm um aspecto cultural forte, e são bonitos e sensuais ao mesmo tempo”.

Alguma outra dica? Algo, por exemplo, sobre o que levar em consideração na hora de comprar uma peça? “Você precisa ser tocado, ser comovido por ela. Em seguida, vem o olhar técnico: tem que ser bem construída, bem equilibrada ou desequilibrada intencionalmente – às vezes isso é bonito também. E, por último, simplicidade é a chave”.

Ao conferir a incrível seleção de peças, nas fotos abaixo, alguém é capaz de discordar?

Banquetas Cage: estrutura de bronze e estofamento feito à mão, com tecido que mescla lã, linha de metal, linho e algodão, design de Anne e Vincent Corbière

Pebble Table, de madeira laqueada, base de latão cromado ou aço inoxidável, by Nada Debs

Mesa Trestle, de ferro com acabamento de bronze e madeira revestida de plástico (poliamida), by Anne e Vincent Corbière

Luminária Bubble Floor, de bronze e vidro soprado, design by Lindsey Adelman (Veja mais aqui)

Cadeira Kit, de aço inoxidável e laca, design de Maurice Marty

2Door, de estanho polido, design de François Corbeau

Cômoda Barre, de MDF laqueado e ébano de macassar, edição limitada, design Damien Hamon

Armário, de MDF esculpido, design de Damien Hamon

Banqueta Thalos, de madeira laqueada, de Bruno de Caumont


ÚLTIMAS DE Acontece

SR_polt_benjamim_3_4

Dpot homenageia Sergio Rodrigues e lança peça inédita

marina

Marina Linhares reúne projetos no livro “Morar é Viver”

Desdobramento IV  - Nome Encosto - carbonoRR

Veja os lançamentos do 3ª Design Weekend de São Paulo

INSTAGRAM @ARKPAD